quarta-feira, 8 de outubro de 2008

McCancer (in)Feliz

Li hoje uma notícia que me lembrou uma história.


A notícia:

Paul McCartney furioso com o McDonalds

Qua, 08 Out, 09h49 - Por Redação Yahoo! Notícias

. O ex-Beatle Paul McCartney está furioso com a rede de lanchonetes McDonalds. De acordo com a revista britânica NME, McCartney descobriu que uma loja da rede em Liverpool, cidade natal dos Beatles, pendurou uma foto da banda na tentativa de atrair a clientela e vender mais hambúrgueres.

O problema que é McCartney é um vegetariano militante. Depois de saber que seu retrato aparecia ao lado dos companheiros de banda na parede do McDonalds, ele começou uma campanha contra a rede.

O porta-voz do cantor, Geoff Baker, disse que os fãs da banda deveriam boicotar o McDonalds, e não só o de Liverpool . "Que tipo de idiotas o McDonalds acha que os fãs da banda são? É ridículo, um insulto usar as fotos para vender hambúrgeres", declarou.

Um porta-voz do Peta (Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais) disse que espera que "ao entrarem no McDonalds, as pessoas lembrem que McCartney é vegetariano e troquem um Big Mac por um hambúrguer vegetariano".

Agora, a história:

Quando decidi me tornar vegetariano, cerca de 4 anos e 5 meses atrás, fui a um McDonalds com o nobre objetivo de comer meu último Mclanche Feliz da vida, e me despedir pra sempre desse ícone capitalista cancerígeno.


Cheguei no local, mais precisamente um dos muitos antros do McDonalds em Belo Horizonte. Estava acompanhado de um amigo que atende pela alcunha de Poet, e que já nessa época era um veterano na militância ovo-lacto-vegetariana. Entrei na fila, mais tomado pela fome propriamente dita do que por uma ânsia de comer especificamente um McCancer (grato ao Sandro pela genial terminologia).


A fila era longa, mas eu esperei bravamente, até porque já estava ali mesmo. Quando chegou a minha vez, falei qual sanduíche queria, mas o atendente me ignorou como se não tivesse ouvido nada, e se dirigiu para alguém que estava do meu lado. A pessoa falou que já tinha sido atendida, e ele perguntou a alguém que estava do outro lado, obtendo a mesma resposta. Obviamente, eu fiquei sem entender, mas ainda calmo, repeti o pedido. Novamente, fui ignorado, enquanto o atendente se dirigia a várias pessoas que também não entendiam a falta de educação do boçal. Todos apontavam pra mim dizendo “é a vez dele”, ao que ele ignorava. Ele chegou a perguntar até ao meu amigo Poet se ele já tinha sido atendido, sendo que ele nem estava na fila!! A resposta foi “cara, atende ele!!”, apontando pra mim, ao que o néscio atendente ignorou novamente.


Saí daquela pocilga entorpecido de raiva, já sem apetite, e com uma convicção inabalável de que me tornar vegetariano era a melhor coisa a se fazer. Apesar de solidarizar com minha indignação, o Poet riu a beça da minha cara. Até hoje não entendo essa atitude, pois eu cometi nenhum ato passível de tal retaliação, como furar fila ou, sei lá, ser arrogante ou dar uma voadora nas mesas do estabelecimento. Nem mal vestido eu estava (algo que, se tratando de McDonalds, poderia justificar uma atitude tão estúpida de um atendente)!!


Hoje em dia, só entro num lugar desses pra comprar sorvete. Convenhamos: O sorvete do McDonalds é mesmo muito bom, fala a verdade!!

2 comentários:

Anônimo disse...

Não é que o sorvete do Mcdonalds seja bom. Acontece que nele tem substâncias (como na coca-cola) que te deixam sempre com gostinho de quero-mais. Parece até a telepropaganda de iogurte da qual você fez parte quando criança. Lembra dessa?! (Assinado: Poet)

R@pH@&L disse...

hahahahaha!!! Qualquer dia, conto essa do Iogurte no blog tb!